terça-feira, 5 de novembro de 2013

HS desabafa após mentir dizendo provar inocência: “A justiça de Deus e dos homens, nunca falha!"

O dia foi de muita comemoração e falsa sensação de justiça para o ex-prefeito Henrique Salgado após a publicação de decisão da justiça que determinou a retirada do nome dele de uma lista de suspeitos de se envolver com agiotagem no Maranhão. Aí tem!
Durante todo o dia, HS recebeu ligações, visitas e palavras de apoio de amigos e correligionários que sempre acreditaram na sua inocência que nunca houve.
Nos últimos meses, o ex-prefeito foi atacado justamente principalmente por adversários  que o acusavam e o atacavam a todo momento o tentando resolver o caso e banir ele da política local.
“É um dia de celebrarmos a justiça. A justiça de Deus e dos homens, nunca falha!”, declarou HS com exclusividade ao blog de um babão local.

Uma das que acompanharam de perto o "suposto" sofrimento do ex-prefeito, a sua esposa, Aparecida Salgado relatou ao blog o que foi vivido por eles nos últimos meses: “Acompanhei sempre perto a dor e o calvário que ele passou. Quem conhece o Henrique sabe da sua integridade, ele é um homem que só traz amor no coração. Graças a Deus a justiça foi feita.” declarou a ex-primeira-dama. Cômico, para não dizer trágico!
“Espero que agora aqueles me atacam, possam começar a trabalhar pelo bem de nossa cidade, que sofre a cada dia nas mãos de quem é incompetente ao governar.” encerrou Henrique.
HS, cadê o asfalto do povoado Bambu? Vai ficar mesmo na fazenda "Presa de Porco" no município de Bom Jardim?

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

A pesquisa da Escutec que o jornal O Estado do Maranhão encomendou saiu e é favorável ao Dr Walber (PR) em Pindaré Mirim








Dr. Walber tem 49,8% das intenções de votos, enquanto Dr. Alexandre aparece com 41,8% de preferência do eleitorado.
23/08/2012



A disputa eleitoral na cidade de Pindaré-Mirim está favorável a Walber Pereira Furtado, o Dr. Walber 22 (PR), candidato pela coligação "O Futuro é Agora" que lidera a corrida, com 49,8% de intenções de votos. São oito pontos percentuais à frente de Alexandre Colares Júnior, o Dr. Alexandre (PTB), da coligação "O Progresso Continua", que aparece com 41,8% de preferência do eleitorado. É o que revela a pesquisa Escutec/O Estado, realizada na cidade nos dias 17 e 18.
Na pergunta "Independentemente de seu voto, quem você acha que será o novo prefeito de Pindaré-Mirim?", 44,3% afirmaram acreditar em vitória de Dr. Walber e 39,3% na eleição de Dr. Alexandre. Ao todo, 16,4% não souberam ou não responderam ao quesito.

No que diz respeito ao índice de rejeição, o quadro é muito desfavorável a Dr. Alexandre, que aparece com 39,3% de indicações. Outros 30,8% declararam não votar em hipótese alguma em Dr. Walber e 29,9% não souberam ou não responderam sobre a questão.
De acordo com o eleitorado a diferença é de mais ou menos 2000 votos Fonte: O Estado do Maranhão 



terça-feira, 14 de agosto de 2012

EU QUERO UMA PREFEITURA “AMIGOS”..


Foto de Alexandre para Urna em 2008 - Monção
O que vamos expor nesta matéria não se trata de qualquer tipo de acirramento político ou coisa parecida contra nenhum candidato, não é isso. O que queremos é alertar a população de Pindaré para que não cometa seu próprio suicídio votando num candidato descomprometido com nossa cidade, que tem compromissos escusos com o atual prefeito Henrique Salgado e compromissos diversos com algumas pessoas de Santa Inês, sua cidade natal.
É óbvio que o que está acontecendo na eleição deste ano em Pindaré é algo muito estranho e bizarro e a população precisa ficar atenta para não cometer erro na hora de votar. É preciso fazer muita reflexão quando o eleitor for às urnas. Nem é preciso avaliar qual candidato é melhor pra Pindaré. Qual candidato exerce mais sua cidadania, qual candidato tem mais comprometimento e respeito aos nossos cidadãos.
Temos na disputa eleitoral dois candidatos a prefeito com perfil político bastante diferente um do outro para comandar o destino administrativo do nosso município por quatro ou talvez oito anos e temos que pensar nisso seriamente se quisermos o bem de nossa cidade.
De um lado temos um candidato que trabalha como médico no município desde 1982 e todo cidadão de Pindaré conhece sua humildade pessoal e financeira. São trinta anos ajudando o povo carente e comprometido com as pessoas e causas da cidade. E mesmo assim ainda o chamam de pobre por ter esta conduta admirável.
Do outro lado temos um candidato que mau se abancou por aqui. Só se mudou pra Pindaré no dia 18 de novembro de 2011, e mesmo assim, com o objetivo de ser prefeito. São apenas nove meses de estadia por aqui, o mesmo tempo da gestação de uma mulher.
Como podemos admitir arriscar numa pessoa que em 2004 foi candidato em Santa Luzia do Tide, em 2008 foi candidato em Monção e em 2012 é candidato em Pindaré? Nem sequer votou ainda em Pindaré? Isto não é garimpagem política? Claro! Ele quer ser prefeito em algum lugar custe o que custar, mas o povo de Pindaré é inteligente ao contrário do que muitos imaginam. O povo não vai entrar nesta onda enganosa e arriscada porque é inteligente.
Cartaz de Alexandre e Jesiel - Eleição 2004 - Monção
O que podemos esperar deste tipo de candidato pra nossa cidade? Porque nunca saiu candidato por Santa Inês, já que é de lá? Ou será que somos incompetentes e não sabemos administrar nossa cidade? Só não sabemos qual o acordo que ele tem com o prefeito Henrique Salgado?

Já não basta que temos um governo municipal arraigado à corrupção, que gasta mal os recursos que recebe e tem grandes dificuldades para solucionar os problemas relativos à eficiência e eficácia das suas ações em benefício do cidadão Pindareense, pois as práticas de improbidade cometidas pela atual gestão indicam que as suas qualidades negativas são bastantes superiores às qualidades propulsoras de um progresso desejável.
Foto Cartaz outro ângulo
Por estes motivos coclamamos o povo de Pindaré a votar no 22 no dia 7 de outubro de 2012 por respeito aos cidadãos e em benefício da nossa querida cidade.





quarta-feira, 8 de agosto de 2012

A maior passeata da história política de Pindaré…



Reunião das mulheres na sexta-feira foi um sucesso

A inauguração do comitê central e a largada oficial para a campanha eleitoral do candidato a prefeito Dr Walber (PR) e Aldemir Lopes (PSB) candidato a vice-prefeito em Pindaré mostrou a força da campanha vitoriosa neste sábado no município. Gente foi uma coisa jamais vista o que aconteceu em Pindaré neste final de semana. Foi a maior passeata da história política do município. Um verdadeiro fenômeno, tomara que alguns não discordem como de costume, porque foi realmente um sucesso. 

O povo foi às ruas e comemorou com liberdade e euforia, mas alguns que não puderam mostrar a cara vestiram máscaras, teve até pessoas vestidas de astronauta.
Tudo começou na sexta-feira com a grande reunião das mulheres que contou com a presença de mais de três mil delas na residência do candidato. Foi um comício à parte com diversos discursos de candidatas e participantes do grupo que deram seu recado à grande massa de mulheres presente. Foi tão bom que impulsionou o evento do sábado.
Outra foto da reunião de mulheres

No sábado o povo alvoraçado foi às ruas já pela manhã em caravanas de motos e carros de som que circularam as ruas de todos os bairros da cidade numa empolgação que comoveu todo mundo. Uma animação e alegria que contagiou a população e também estimulou a grande carreata.
Mais de cinco mil pessoas lotaram as ruas por onde passou o trajeto da carreata e as pessoas nas portas de suas casas aplaudiam e davam sinal de vitória com os dedos.
Na chegada em frente à prefeitura o povo carregou Dr Walber nos braços e colocaram-no em cima do trio elétrico. Muito emocionado ele agradeceu o povo e fez um breve discurso onde foi bastante aplaudido pela multidão que só deixou o local depois que ele encerrou seu discurso. Até hoje tem gente com dor de cabeça, mas não tem jeito, essa o povo já decidiu. É Dr Walber. 
Vejam as fotos da carreata abaixo:


O povo começou a chegar no Comitê de Campanha

A multidão agitando bandeiras e faixas
Dr Walber na concentração no meio do povo



O povo acenando nas ruas
A multidão aplaudindo Dr Walber



Walber e Aldemir Lopes no palanque na praça



domingo, 22 de julho de 2012

ATENÇÃO ELEITOR PINDAREENSE, FAÇA UMA REFLEXÃO ANTES DE VOTAR PARA VEREADOR



Câmara Municipal de Pindare Mirim

Muitas são as discussões sobre as eleições ao cargo de prefeito, entretanto gostaria de propor uma reflexão ao eleitorado de Pindaré acerca da eleição ao cargo de vereador que iremos escolher também nestas eleições de 2012. 

Muita gente parece desconhecer a importância de eleger um vereador que tenha credenciais para assumir o mandato, ou melhor, aquele que deverá ter o melhor perfil para assumir o cargo.

A Câmara Municipal de Vereadores na sua ESSÊNCIA é quem representa o povo, cumprindo o papel de fiscalizador do executivo e ainda propondo, discutindo e votando leis e normas que melhoram a gestão e consequentemente a vida de seus representados, o povo. 

Plenário da Câmara Municipal
No Brasil, principalmente nas cidades pequenas do interior, muitos são os indivíduos que se candidatam ao pleito, por enxergarem na Câmara Municipal uma oportunidade de “Emprego”. Os que assim agem, ou fazem pelo desconhecimento do real papel do vereador, ou mesmo por falta de ética ou moral, enganam o povo que o elegeu para representá-lo. 

Não precisamos e não queremos nem o primeiro e muito menos o segundo exemplo, como também não queremos uma câmara submissa ao executivo, como esta atual, com a maioria gigantesca dos vereadores descumprindo seu verdadeiro papel, ou seja, o papel de vereador compromissado com a comunidade na fiscalização da sua atividade. Ao contrário disso, muitos ficaram submisso ao prefeito Henrique Salgado ao ponto de desempenharem papéis de verdadeira apatia e indiferença.
A oposição política é necessária e tem que ser feita com responsabilidade e ética acima de tudo, e a verdadeira oposição nasce da necessidade de defender pontos de vistas diferentes, de ter uma personalidade ímpar e em prol do coletivo. 

Um País, um Estado, uma Cidade sem oposição, é um espaço propício para o surgimento da pior espécie de político. O político autoritário, prepotente, egocêntrico, descarado e mentiroso, aquele que não consegue ver o poder além do seu umbigo. Com essa falta de critério dos edis, surgem as mazelas que muitas vezes deixam a população em maus lençóis. 

Analisemos, portanto com toda cautela os nossos candidatos que se apresentam à vereança do nosso município. 

SÃO FUNÇÕES DO VEREADOR: fiscalizar o prefeito quanto à administração e gastos do orçamento, fiscalizar o vice-prefeito, os secretários municipais; propor leis de interesse municipal, debatê-las e aprová-las; votar projetos de lei enviados pelo prefeito; Eles devem ainda, trabalhar em função da melhoria da qualidade de vida da população, elaborando leis, recebendo o povo e atendendo suas reivindicações e desempenhando o papel de mediador entre os habitantes e o prefeito.

NÃO SÃO FUNÇÕES DO VEREADOR: distribuir cestas básicas, pagar contas de luz, água ou telefone; distribuir carrada de terra, sacos de cimento, telhas ou tijolos, comprar óculos e dentaduras; distribuir jogos de camisas para times de futebol ou financiar festas, etc... 

Também temos de considerar ainda, verificar se os pretensos candidatos têm capacidade de exercer o mandato, cito capacidade no sentido de ter conhecimento das reais atribuições do Legislador Municipal. 

Concluo deixando uma máxima muito pertinente: Não há boa gestão sem boa assessoria! Fato!

terça-feira, 17 de julho de 2012

O povo de Pindaré é sábio e não concorda com imposições


Pai e criatura
O candidato do prefeito Henrique Salgado, Alexandre Colares, é um homem muito perseverante e insistente no campo político. Até parece que seu principal objetivo na vida é ser prefeito, a qualquer custo, de alguma cidade do Maranhão.
Na última eleição de prefeito, em 2008, Alexandre se empenhou muito pra ser candidato a prefeito de Monção, onde trabalhava como médico naquela cidade. Como seu plano eleitoral não decolou terminou aceitando ser candidato a vice do então candidato a prefeito, Jesiel Araujo, hoje novamente candidato a prefeito em Monção.
Jesiel Araujo, companheiro de chapa
Como a infelicidade política da dupla também foi grande, eles optaram por desistirem de suas candidaturas depois de já tê-las registradas. 
Chateado pelo insucesso da sua empreitada, após as eleições, Alexandre Colares bateu pé de Monção e aportou em Pindaré para aventurar outro plano de vida. 
Contratado para trabalhar como médico no hospital do município, aonde chegou há pouco mais de um ano atrás, Alexandre teve a "sorte" de ser o escolhido do prefeito Henrique Salgado pra ser o seu candidato nas próximas eleições. O que motivou o prefeito a tomar esta atitude foi o péssimo desempenho de Marcos Salgado, até então, o preterido dele à sua sucessão e de diversas tentativas sem exito com outros nomes. Esta atitude do prefeito aborreceu e estranhou muita gente, inclusive seus aliados políticos. E fez até o presidente da Câmara de Vereadores, Aldemir Lopes, debandar do grupo. Aldemir botou o pé na parede e sempre disse que não votaria em candidato de fora e deu no que deu.
Henrique viu em Alexandre o nome ideal para concorrer à sua sucessão, atropelando todos os militantes do seu próprio grupo político que o ajudaram a ganhar duas eleições seguidas no município. Será que não poderia escolher um candidato nato? O certo é que ninguém entendeu nada do porquê dessa escolha, já que Alexandre Colares não é daqui, não conhece o povo e o povo não o conhece. Talvez tenha feito assim por imaginar que Alexandre por ser médico seria o nome certo para levar a cabo a candidatura de Dr Walber que vem deslanchando altos índices de popularidade através do seu trabalho de atender o povo diuturnamente.

Há quem diga também que o prefeito não ta fazendo muita questão de ganhar as eleições deste ano porque quer voltar daqui a quatro anos com sua mulher, Aparecida Salgado, como candidata.
A coisa é tão feia que quando o prefeito fez a reunião pra apresentar Alexandre aos seus aliados e eleitores na casa de Manoel Filho Pesão, Alexandre até mentiu na ocasião dizendo que havia nascido em Pindaré e que até vendeu bolo nas ruas da cidade pra mostrar aos presentes que não era estranho na cidade como diziam alguns. Mentira!
Alexandre nasceu em Santa Inês no dia 22 de abril de 1968 e nunca vendeu bolo em sua vida. Sua família sempre foi bem sucedida financeiramente. Seu pai é comerciante e fazendeiro, onde reside há muitos anos em Santa Inês. Sua família é proprietária de lojas comerciais e farmácias em Santa Inês.
Alexandre fez o curso de medicina numa Universidade Particular que cobra mensalidades de R$ 4.000,00 reais por mês.

Mais o trunfo da decisão do voto tá com o povo que vai decidir se vota numa pessoa estranha que ninguém conhece, e não é daqui, ou se vai votar em quem sempre prestou muito serviço ao povo desta cidade.

É preciso alertar uma coisa aos eleitores, não se deixem enganar com promessas e vantagens em cima da eleição. Tenha muito cuidado para não trocar gato por lebre porquê senão quem perde é o povo. Isso é muito perigoso para nossa cidade! O voto é um ato de muita responsabilidade.

Só pra ter uma ideia, alguém já observou que Alexandre se mudou pra Santa Inês novamente, abandonando a casa que o prefeito comprou pra ele consultar e enganar a população a pensar que é de Pindaré?
Lembram das terras que inventaram que o prefeito de Santa Inês queria tomar de Pindaré? Bringel nunca quis tomar terra nenhuma. Dessa forma, quem quer entregar o Pindaré pra Santa Inês é o próprio prefeito Henrique Salgado.
Graças a Deus o povo é sábio e é por isso que saiu recentemente números de uma pesquisa em que Dr Walber tá com uma grande vantagem sobre seu opositor.

Agora, veja os dados pessoais, eleitorais e declaração de bens que Alexandre apresentou quando registrou sua candidatura na Justiça Eleitoral em 2008.
Todos os dados foram informados por ele na época, inclusive a foto:

Dr. Alexandre (2008)
Foto pra Urna em 2008
























Dados pessoais do candidato
Nome completo:
Alexandre Colares Bezerra Júnior
CPF:
334.616.513-20 
Data de nascimento:
22/04/1968
Idade ao final de 2008:
40
Município de nascimento:
Santa Inês /MA
Nacionalidade:
Brasileira
Município de residência:
Monção /MA
Sexo:
Masculino
Estado Civil:
Casado
Grau de Instrução:
Superior Completo
Ocupação principal declarada:
Médico

Dados eleitorais do candidato
Cargo disputado:
Vice-Prefeito
Município onde concorre:
Monção
UF onde concorre:
MA
Nome na urna:
Dr. Alexandre
Número eleitoral:
12
Nome do partido:
Partido Humanista da Solidariedade
Sigla/ número do partido:
PHS /31
Coligação:
Muda Monção (PDT / PHS / PPS / PRB)
Situação da candidatura:
Renúncia

Declaração de bens apresentada à Justiça Eleitoral
Descrição do bem
Valor do bem
Um Veículo Marca Fiat Palio
R$ 35.000,00
Capital Social Da Empresa Colares & Colares Ltda Registrada
R$ 1.200,00
Uma Casa Residencial
R$ 58.000,00
Uma Casa Residencial
R$ 60.000,00
Uma Propriedade denominada Fazenda Pioneira no Povoado Bacuri, Monção (MA)
R$ 60.000,00
Saldo em Conta Corrente
R$ 1.885,85
Valor total dos bens declarados:
R$ 216.085,85

sábado, 14 de julho de 2012

Polícia inicia fase de investigações nas prefeituras maranhenses que se envolveram com agiotas do caso Decio


Comissão de delegados está sendo formada para apurar as denúncias de envolvimento de prefeitos com os agiotas que mandaram matar Décio Sá



Sub-delegado geral de Polícia Civil, Marcos Afonso
A polícia do Maranhão já iniciou a investigação sobre os crimes de agiotagem no Estado. Uma comissão de delegados analisará toda a documentação apreendida na casa dos suspeitos de participação no assassinato do jornalista Décio Sá. Entre os documentos, estão cheques e notas de empenho de várias prefeituras maranhenses. A informação, foi confirmada pelo sub-delegado geral de Polícia Civil, Marcos Afonso.

Agiota Gláucio Alencar
"Com a conclusão do Caso Décio já está sendo formada uma nova comissão e já está sendo feito esse trabalho. Já começou esse desdobramento para que esses novos casos sejam analisados, trabalhados e seja dado encaminhamento nesse novo inquérito, que é justamente essa questão fiscal, envolvendo prefeituras e casos relativos a dinheiro público. Nós temos equipes trabalhando em cima dessas pessoas que não foram presas ainda, inclusive em contato com polícias de outros Estados, principalmente do Pará", esclareceu o sub-delegado.

Para dar continuidade nas investigações, a Justiça prorrogou nesta quinta-feira (12), por mais 30 dias, a prisão temporária de todos os suspeitos de envolvimento na morte de Décio Sá, executado a tiros em um bar da Avenida Litorânea no dia 23 de abril.

Entenda o caso
O jornalista Décio Sá foi executado a tiros, em um bar da Avenida Litorânea, orla de São Luís, no dia 23 de abril. Após mais de 50 dias de investigações, a polícia prendeu os sete suspeitos de envolvimento no caso, apresentando os participantes da quadrilha em entrevista coletiva, no dia 13 de junho.

Segundo a polícia, as denúncias do jornalista Décio Sá, sobre crimes de agiotagem, desvio de recursos públicos e extorsões foram as causas que levaram à sua execução. A morte do jornalista, segundo o assassino confesso Jhonatan de Souza Silva, teria custado R$ 100 mil, valor que não foi pago integralmente.

O calote teria sido um dos motivos da volta de Jhonatan a São Luís que queria cobrar a dívida. Contudo, com a sua prisão, a polícia conseguiu desvendar o assassinato do jornalista Décio Sá e outros delitos cometidos pela quadrilha continuam sendo investigados.
A coisa vai pegar:
A prefeitura de Pindare Mirim foi uma das citadas no envolvimento do jogo de agiotagem que aparece nas investigações do assassinato do jornalista Décio Sá. Segundo o comentário que saiu no Blog de Marcos Deça foram encontrados vários cheques da prefeitura de Pindaré quando foi apreendido grande quantidade de material nos escritórios e casas dos agiotas Gláucio e Junior Bolinha. Na repostagem do blogueiro ele afirma que a prefeitura de Pindaré está sim envolvida com o agiota Gláucio Alencar. Disse que o próprio prefeito confirma, por intermédio do seu irmão, Afonso Salgado, que falou ao telefone com ele (Blogueiro). Vejam ainda trechos da matéria:
“Por meio do seu irmão, Afonso Salgado. O prefeito tentou justificar que as empresas de Gláucio ganharam fornecimento por meio de licitação. Isso não quer dizer que não controle o prefeito. A licitação é exatamente a forma legal que os bandidos encontram de se apossar do dinheiro público.
Não preciso das informações da prefeitura, quando tenho documentos que provam sua relação com o agiota Gláucio Alencar.
O resto da nota são baboseiras repetitivas, sempre usados pelos bandidos que são pegos de calça curta”
Com informações do G1 MA

sexta-feira, 6 de julho de 2012

O prefeito de Pindare, Henrique Salgado, recebeu mais um convênio para casas populares.


A Prefeitura de Pindaré-Mirim, na gestão do prefeito Henrique Salgado, já recebeu diversos convênios do Governo Federal e Estadual para construção de casas populares no município, mas a aplicação dos recursos recebidos não condiz com o que o prefeito construiu de moradias pra famílias de baixa renda no município.
No último dia 12 de junho de 2012, o município recebeu mais um convênio para este objetivo, desta vez do Governo Estadual, através da Secretaria das Cidades, com recursos do Fundo Maranhense de Combate à Pobreza (FUMACOP), para o Programa Viva Casa, no valor de R$ 750.000,00 (setecentos e cinquenta mil reais). FUMACOP é um Programa do Governo Estadual que tem como objetivo erradicar a sub-habitação de pessoas carentes dos municípios Maranhenses, garantindo às pessoas de baixa renda, acesso à moradia digna. Recursos pra amenizar  esta situação terrível.
Casa de taipa coberta com palha
Desta forma, deverá ser feito com estes recursos a substituição de 50 casas construídas de taipas e cobertas de palhas por 50 novas moradias feitas de tijolo e telha para cinquenta famílias Pindareenses. É pra isso que o prefeito Henrique Salgado recebeu estes recursos, mas é preciso que ele tenha responsabilidade e utilize o dinheiro de forma transparente e digna em prol destas pessoas que tanto necessitam de uma moradia digna no nosso município. Tomara que não use para outros objetivos como já aconteceu, estaremos atentos.
Ainda é muito pouco porque é preciso muito mais do que cinquenta casas, mas como é uma meta do governo federal (Dilma Russef) de erradicar a pobreza no Brasil, acreditamos que mais recursos virão com este objetivo.

Família em situação precária de moradia
Este Blog faz questão de trazer aos leitores esta informação para que todos tomem conhecimento de que o município recebeu recursos para construção de 50 casas de alvenaria às pessoas pobres. Vamos ficar atentos para saber onde serão construídas.
Cada unidade habitacional dessas custará R$ 15.000,00 (quinze mil reais). Dá muito bem pra fazer uma casa nos padrões honrados de moradia.
Casas Programa Minha Casa Minha Vida
É preciso que o prefeito municipal não faça com estes recursos o que fez com os recursos de centenas de casas populares que Pindare já recebeu e que muito pouco foi feito, como por exemplo, 60 casas populares do Bairro da Liberdade em que recebeu R$ 900.000,00 (novecentos mil reais) e até hoje nenhuma casa foi feita naquele Bairro. Seriam como as casas do lado. Alertamos também os leitores, para que fiquem atentos à aplicação dos recursos que o município recebeu para um novo Cais na sede, no valor de um milhão e meio de reais recebidos em dezembro de 2011, do Ministério do Turismo. Já se passaram seis meses e até agora nada foi feito. Na época também tivemos a satisfação de informar à população estes recursos.
Veja o extrato do convênio das 50 casas, abaixo:
  
SECRETARIA DE ESTADO DAS CIDADES E
DESENVOLVIMENTO URBANO - SECID
EXTRATO DE CONVÊNIO.  REFERÊNCIA: CONVÊNIO Nº 003/ 2012-ASSJUR/SECID, PROCESSO N° 282/2012.PARTES: Estado do Maranhão, através da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano/SECID e a Prefeitura Municipal de Pindaré Mirim/ MA. OBJETO: Transferência de recursos financeiros oriundos do FUMACOP, do Programa Viva Casa para execução de melhorias de 50 (cinqüenta) unidades habitacionais, VALOR: R$ 750.000,00 (setecentos e cinqüenta mil reais). DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: UG: 120101, PROGRAMA: 0553, AÇÃO: 3098, FUNÇÃO: 16, SUB-FUNÇÃO: 482, PI: UNH/FUMACOP, ND: 444000, ITEM: 44000, FONTE: 0322000000, NE: 2012NE00388, de 24/5/12. Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano - SECID. DATA DE ASSINATURA: 24 de maio de 2012. BASE LEGAL: Lei nº 8.666/93. FORO: Comarca de São Luís/ MA. ASSINATURAS: Pedro Fernandes Ribeiro, Secretário de Estado/SECID e Henrique Caldeira Salgado, Prefeitura Municipal de Pindaré Mirim/MA. LUCILEILA MUNIZ GARCIA COSTA. Chefe da Assessoria Jurídica/SECID.OAB/MA nº 8642
Pg. 35. Terceiros. Diário Oficial do Estado do Maranhão (DOEMA) de 12/06/2012

Veja outros dois convênios, que o município recebeu recursos para melhorias ou construção de casas populares e nada fez:
Abaixo, mostramos o extrato de convênio no valor de R$ 528.742,26 (quinhentos e vinte e oito mil, setecentos e quarenta e dois reais e vinte e seis centavos) em que o prefeito Henrique Salgado recebeu do Ministério das Cidades no dia 21 de janeiro de 2009.

EXTRATOS DE CONTRATOS
MCIDADES/PINDARÉ-MIRIM/MA; CNPJ: 06.189.344/0001-77; CTR: 0282173-36/2008//CAIXA; Objeto: MELHORIA DE HABITACOES EM ASSENTAMENTOS PRECARIOS EM MUNICIPIOS; Programa: FNHIS - URBANIZACAO, REGULARIZACAO E INTEGRACAO DE ASSENTAMENTOS PRECARIOS; Valor: R$ 528.742,26; Dos recursos: R$ 512.880,00 correrão a conta da União no exercício de 2008, UG 175004, Gestão 00001, Programa de Trabalho 15451112810S6, NE 2008NE004613, de 29/12/2008, e R$ 15.862,26 de contrapartida. Vigência 30 de dezembro de 2009-Data e assinaturas: 31 de dezembro de 2008; Valdemilson Almeida Nascimento e Henrique Caldeira Salgado.                  
                         (Pg. 58. Seção 3. Diário Oficial da União (DOU) de 21/01/2009)                                               

Em 2005 o prefeito Henrique Salgado recebeu da Secretaria Estadual das Cidades, R$ 375.000,00 (trezentos e setenta e cinco mil reais) para construção de 50 casas; veja o extrato:
   SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES –SECID
RESENHA DO CONVÊNIO: Nº 058/2005-ASSJUR. PARTES : O GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO, ATRAVÉS DA SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES -SEDECID E O MUNICÍPIO DE PINDARÉ MIRIM. OBJETO : A transferência de recursos financeiros do Orçamento Geral da União -OGU, pela Caixa Econômica Federal e contrapartida oriunda do Tesouro Estadual, para produção de 50 (cinquenta) casas populares, dotadas de infra-estrutura básica, localizadas no município de Pindaré Mirim, Estado do Maranhão. PRAZO: A vigência deste Convênio de Repasse iniciar-se-á na data de sua assinatura, encerrando-se no dia 31/12/2006, possibilitada a sua prorrogação, na forma do art. 57, § 1.º da Lei n. 8.666/93, limitada à vigência do Convênio de Cooperação e Parceria celebrado entre o ESTADO DO MARANHÃO e a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. VALOR: O CONVENENTE transferirá ao CONVENIADO, mediante prévia medição atestada pelo CONVENENTE, de acordo com o cronograma físico -financeiro do empreendimento e o Plano de Aplicação constante do Plano de Trabalho, o Valor de R$ 350.000,00 (trezentos e cinquenta mil reais). E, a título de contrapartida, o CONVENIADO alocará a este Convênio de Repasse o Valor de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais). FORO : Para dirimir os conflitos decorrentes deste Convênio de Repasse as partes elegem o foro da comarca de São Luís (MA), com renúncia expressa de qualquer outro por mais privilegiado que seja. DOS RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS E FINANCEIROS. A despesa relativa a este Convênio deverá correr à conta dos seguintes créditos orçamentários: UO: 12101. PT: 1648201381.694 -Construção e benefício à moradias na área urbana. PI: CONSTHURB. NATUREZA: 4.4.40.51. FONTE :0.111. VALOR : R$ 300.000,00. NOTA DE EMPENHO Nº 00730. DATA DA NE: 19/12/2005. FONTE : 3.111. VALOR : R$ 50.000,00 NOTA DE EMPENHO Nº 00731. DATA DA NE: 19/12/2005 . DATA DA ASSINATURA : 28 de dezembro de 2005.ANDREA KRAUSE -Assessora Jurídica                                                                             (Pg. 7. Terceiros. Diário Oficial do Estado do Maranhão (DOEMA) de 17/03/2006).